Mãos e as lesões digitais

Que o celular, o tablet e o computador revolucionaram nossas vidas, ninguém há de negar. Nos dias de hoje, na ponta dos nossos dedos, está um universo de informação, além da comunicação praticamente instantânea. Quem já reparou numa sala de espera cheia de pessoas navegando na internet pelo celular? Ou num restaurante, quantas crianças estão usando o tablet? E o computador, que é obrigatório em todas as casas e absolutamente indispensável no meio profissional?

 

Mas como tudo, o uso exagerado desses aparelhos também trazem problemas. Pessoas viciadas em estar conectadas, que passam horas a fio digitando e enviando mensagens, por exemplo, começam a ter prejuízos em suas vidas. Algumas desenvolvem doenças como ansiedade, dores na coluna, dor de cabeça... E as mãos também não escapam! 


O uso repetitivo dos dedos na digitação, seja no celular, tablet ou computador, pode gerar lesões sérias nos dedos, mãos e punhos.

 

Mas afinal, que doenças são essas?

 

A digitação intensiva no computador é responsável pelas doenças mais comuns no trabalho. Por exemplo, a flexão excessiva e constante do punho provoca um aumento da pressão dentro de um pequeno canal por onde passa o nervo mediano. Essa compressão do nervo origina a Síndrome do Túnel do Carpo, uma doença que provoca dor, formigamento, dormência e falta de força nos dedos e mãos.

 

Na digitação no celular ou tablet, o maior desgaste geralmente é nos polegares. O primeiro sintoma que pode aparecer é dor muscular, também chamada de mialgia. O quadro pode evoluir para a artrites, que são inflamações das articulações. Pode acontecer também a tendinite, que é a inflamação dos tendões, no caso, do polegar.

 

E como tratar essas lesões?

 

 A primeira coisa a fazer é procurar um médico especialista em mãos. Ele pode indicar imobilização, reabilitação, medicamentos e, em casos mais complexos, intervenção cirúrgica. E quem sabe um pouquinho de férias do computador, tablet ou celular.

 

E para prevenir, o que é possível fazer?

 

No computador, faça pausas da digitação e movimente braços, punhos, mãos e dedos. Mantenha uma postura adequada: ombros relaxados, costas apoiadas e punhos retos. Mantenha  tela na altura dos olhos, evitando baixar a cabeça durante a digitação.Não utilize apoio para os punhos durante a digitação, pois pode comprimir o nervo mediano (túnel do carpo). A digitação deve ser feita com os punhos ligeiramente levantados.

 

No celular ou tablet, segure o celular com  uma das mãos e digite com o indicador da outra mão , evitando o uso somente do polegar. Também faça pausas e exercícios de alongamento. Lembre-se que mesmo no WhatsApp você pode usar o recurso de voz, descansando um pouco seus dedos.

 

E não se esqueça, ao sinal de qualquer desconforto, procure um médico especialista em mãos.

 

Porque mãos dadas podem mais.

 

* Tatiana Rigotto é Terapeuta Ocupacional especialista em reabilitação de mãos e colaborou com este texto.

Share on Facebook
Please reload

Você também vai gostar de ler: 

Please reload

ONDE ESTAMOS

CONSULTA PARTICULAR

FALE CONOSCO

Instituto Vita Unidade Higienópolis

Rua Mato Grosso, 306 – 1º andar 

Instituto Vita Unidade Morumbi

Praça Roberto Gomes Pedrosa, Portão 2

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

Ligue na Central de Atendimento

Instituto Vita

(011) 3123-8482

Segunda a sexta das 6h30 às 21h

Sábado das 7h30 às 12h30