dor nas maos_Nakamoto.jpg

Sintomas nas mãos e punhos

 

DOR NAS MÃOS NUNCA DEVE SER IGNORADA

Veja só: os tendões que controlam o movimento dos dedos passam através de um canal estreito localizado no punho, entre a mão e o antebraço, chamado túnel do carpo. Por este mesmo canal também passa o nervo mediano, que controla a sensibilidade de todos os dedos, com exceção do dedo mindinho e anular.

Portanto, uma inflamação ou inchaço nas mãos pode fazer pressão sobre esse nervo tão importante. Por isso, nunca devemos ignorar uma dor na mão.

O que causa a Síndrome do Túnel do Carpo?

 

A síndrome do túnel do carpo é uma das lesões que mais causa afastamento do trabalho. Pessoas com artrite reumatoide, diabetes e problemas da tireóide tem um risco aumentado de apresentar este problema, assim como gestantes, por causa da retenção de líquidos comum na gravidez.

 

Os esforços e os movimentos repetitivos que exigem a constante flexão do punho também podem provocar a síndrome.

 

Quais os sinais do problema?

 

Os sinais da Síndrome do Túnel do Carpo são típicos: dor, dormência e fraqueza especialmente nos três maiores dedos e no polegar, que são controlados pelo nervo mediano. Estes sinais nunca devem ser ignorados, pois quadros mais avançados da doença podem provocar incapacidade permanente.

 

Se você sentir dores persistentes nas mãos ou nos punhos, não demore a procurar um médico ortopedista especialista em mãos para te orientar em relação ao diagnóstico e o tratamento. Porque mãos dadas podem mais.

 

INCHAÇO, VERMELHIDÃO E COCEIRA DÃO O ALERTA

Por vezes, inchaço, vermelhidão e coceira nas mãos são acontecimentos triviais, que desaparecem sozinhos em pouco tempo. Mas, se eles persistem e se surgem associados a outros sintomas, podem indicar problemas de saúde. Neste caso, um médico especialista deve ser procurado.

 

Alguns dos sintomas são:

 

Inchaço nos dedos

Pode indicar consumo em excesso de sal ou de álcool, que prejudica a circulação sanguínea e favorece o aparecimento da hipertensão. Também pode indicar hipotireoidismo, o funcionamento deficitário da glândula tireoide. Se o inchaço for concentrado em uma única mão, pode ser que um conjunto de artérias, veias e nervos esteja comprimido. O inchaço prolongado pode indicar doenças vasculares.

 

Coceira e ardor: Se as palmas estiverem ardendo e vermelhas, pode ser sinal de dermatite, uma doença crônica da pele. Entre as dermatites, a mais comum é a de contato, irritação causada pelo uso de produtos de limpeza, cosméticos e medicamentos, entre outros.

 

Unhas brancas, fracas ou amareladas: Pode indicar falta de ferro suficiente no corpo e, consequentemente, anemia .

Mãos frias: Pode indicar problemas com a circulação e com o sistema nervoso.

 

Feridas que demoram muito tempo para curar: Pode ser sinal de diabetes

 

Tremor nos dedos: Pode indicar a falta de vitamina B1, B6, B12 e E no organismo.

 

Mudança de cor nos dedos: Se vier acompanhada de dor, enrijecimento e formigamento nos dedos, pode indicar um problema na coluna, nos vasos sanguíneos ou mesmo uma doença cutânea.

 

FORMIGAMENTO NAS MÃOS: PORQUE ACONTECE

Podemos sentir o formigamento nas mãos e nos dedos em muitas situações, a maioria das vezes sem importância clínica. Pode ocorrer quando batemos o cotovelo com força em uma superfície dura, após uma corrida em um dia de frio, quando ficamos com os braços levantados por muito tempo ou simplesmente, quando dormimos em cima do braço.

 
Por que o formigamento acontece?

 

Formigamento é uma parestesia, ou seja, uma sensação cutânea subjetiva que acontecesse sem um estímulo do nervo envolvido.

 

Os nervos são estruturas semelhantes a cabos de energia, responsáveis por conduzir impulsos elétricos que geram a energia para o funcionamento de um músculo ou conduzir ao cérebro sensações como calor, frio, pressão e o toque que são captadas pelas terminações nervosas.

 

Quando existe alguma alteração nesse sistema, seja por uma lesão, compressão ou alteração do aporte sanguíneo, o formigamento aparece.


Quais doenças podem causar formigamento?

 

Podem causar formigamento: 

- Doenças associadas à pressão nos nervos, como síndrome do túnel do carpo, hérnia de disco ou osteoartrose da coluna cervical  

- Doenças associadas à dificuldade na circulação sanguínea, como inflamações, isquemias (até infarto)  

- Doenças metabólicas, como diabetes, hipotireoidismo, problemas renais, deficiência de vitaminas, por acometimento dos nervos periféricos  

- Traumas locais por qualquer tipo de acidente e infecções 

 

Embora existam casos de formigamento que não significam problema algum, se ele for intenso, demorar muitos dias para desaparecer ou se surgir associado a outros sintomas como cansaço excessivo, dor no peito ou dificuldade para falar, é importante ir procurar auxílio médico.

 

Porque mãos dadas podem mais.